Poucos pais levam filhos para vacinação e saúde alerta para evitar paralisia infantil

No último sábado, 08, durante a manhã e tarde, a Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento trabalhou com as equipes em plantão nos pontos de vacinação no Dia D contra a Poliomielite.

O Dia “D” é uma estratégia da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, aconteceu no sábado em Aquidauana, logo, por ser final de semana, esperava-se que os pais levassem as crianças para serem imunizadas, porém a procura foi baixa e menos de 200 crianças foram imunizadas contra a poliomielite.

A poliomielite é uma doença grave que causa a paralisia infantil permanente. As sequelas da poliomielite estão relacionadas com a infecção da medula e do cérebro pelo poliovírus, normalmente são motoras e a paralisia não tem cura.

Por isso, a SESAU alerta que os pais devem procurar as unidades de saúde para levar as crianças para serem vacinadas, para evitar que a doença volte a fazer vítimas. Em Aquidauana, as crianças de 01 a menor de 05 anos de idade, podem receber a dose da vacina da Pólio em qualquer unidade de saúde (ESF), tanto nos bairros, quanto nos distritos.

A vacinação é a única forma de prevenção da poliomielite. Todas as crianças menores de cinco anos de idade devem ser vacinadas. O esquema vacinal contra a poliomielite é de três doses da vacina injetável – VIP (aos 2, 4 e 6 meses) e mais duas doses de reforço com a vacina oral bivalente – VOP (gotinha).

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite se encerra no próximo dia 14 de junho. Nos próximos dias, a SESAU irá às escolas e CMEIS para aplicar as doses nas crianças que ainda não foram vacinadas.

Fonte: AGECOM
Crédito das Fotos: Gabriela Bernardes

Crédito: Imprensa Prefeitura de Aquidauana – MS. ara-evitar-paralisia-infantil