Homem é preso por furtar alimentos que seriam trocados por drogas

Uma equipe da Polícia Civil de Aquidauana, prendeu um homem suspeito de roubar gêneros alimentícios de um estabelecimento comercial. Conforme apurado, o homem estaria roubando alimentos que poderiam ser utilizados como moeda de troca para aquisição de drogas.

Conforme informações do B.O. a guarnição da PM Força Tática, havia recebido uma denúncia sobre o furto, que teria ocorrido na Casa do Peixe, localizada na avenida Dr. Sabino, no horário do almoço, do dia 29 de maio.

A denúncia foi realizada com base em flagrante constatado por meio de imagens captadas pelas câmeras de segurança do local. Em posse das imagens, a polícia procurou pelo indivíduo suspeito, através das características físicas e de vestimenta dele.

Entretanto, sequer foi necessário que a equipe se dirigisse a outro local, pois pouco tempo após o furto, o suspeito retornou ao estabelecimento e, conforme relatos, teria furtando mais objetos.

Em meio às idas e vindas do suspeito, mais uma vez, a polícia não o encontrou. Desta vez, a porta do comércio estava com a fechadura estourada e entreaberta. Por fim, após buscas, a polícia encontrou o suspeito em uma residência localizada a cerca de 300 metros do local do crime.

Diante da abordagem policial, ele confessou ter furtado os alimentos. De posse dele, foram encontrados, três sacos de arroz de 5 kg, três litros de óleo, um pacote de trigo, duas caixas de creme de leite, uma caixa de leite, dois pacotes de azeitonas, um pacote de molho de tomate e um vidro de azeite.

Questionado sobre outros materiais furtados, ele mostrou outra mochila, no banheiro dos fundos da residência, com alimentos congelados — uma bandeja de muçarela, duas bandejas de massas de pastel, duas bandejas de filé de peixe, um saco congelado de peixe e um saco de cenoura ralada congelada.

Além disso, foi encontrada outra mochila contendo uma faca, um alicate e uma chave de fenda, materiais que seriam utilizados para invadir estabelecimentos.

Furtos seriam realizados para consumo de drogas

Questionado ainda sobre bebidas furtadas em uma ocasião anterior, ele relatou ter entregado três garrafas de vinho na “Boca do Bazuca”, em troca de uma “bala de R$ 20” — pasta à base de cocaína.

Diante dos relatos, a polícia foi até o local, onde cães farejadores encontraram entorpecentes k9-Cwiff e K9-Fenix, no quarto do fundo da casa. Tratava-se de duas trouxinhas de substância análoga à maconha, em embalagem plástica, que, segundo os moradores, seriam para consumo próprio.

Além disso, foram encontradas as garrafas de vinho furtadas anteriormente, que, conforme os moradores da casa, teriam sido adquiridas por meio de pagamento de R$ 30,00.

Em meio a inconsistência dos relatos, os envolvidos foram deslocados para a Primeira Delegacia de Polícia Civil para registro das informações. Agora, o caso segue em investigação.