Peixes transferidos de Bonito para Campo Grande já podem ser contemplados no Bioparque Pantanal

Ponto turístico que se destaca pela biodiversidade pantaneira não para de surpreender, o Bioparque Pantanal apresenta aos visitantes seus novos moradores, peixes que foram doados pelo Aquário de Bonito depois do fechamento. Após período de quarentena, procedimento padrão que garante saúde e bem-estar dos peixes, parte dos mil indivíduos foram transferidos para os tanques de exposição esta semana.

Tambaqui ainda no Aquário de Bonito

Das 50 espécies doadas, o destaque vai para o tambaqui ‘gigante’, batizado de Thiago em homenagem ao proprietário do Aquário de Bonito e a pacu albina, batizada de Cris, esposa de Thiago. Ambos chamam atenção pelo tamanho e a beleza.

O transporte dos animais até o Bioparque Pantanal, em Campo Grande exigiu protocolos rigorosos e uma força tarefa da equipe de manejo do empreendimento. Biólogos, zootecnistas e médicos veterinários acompanharam cada procedimento que garantiu que os peixes chegassem com segurança ao destino final.

Ao todo foram cinco dias de trabalho e quatro viagens, cada uma com um percurso de 200 quilômetros. Caixas com oxigênio, destinadas exclusivamente para o transporte de peixes vivos a longa distância, foram utilizadas no percurso. A retirada dos animais da antiga casa foi feita durante à noite para que não sentissem o calor do ambiente externo.

Equipe de manejo acompanhou os animais em quarentena

“Assim que chegaram no Bioparque, os animais foram recebidos pela nossa equipe e levados para a quarentena, um espaço restrito e monitorado 24 horas aqui mesmo no empreendimento. Durante esse período foi feito o biomoniotoramento, adoção de protocolos veterinários, nutricionais e de bem-estar animal para assegurar que eles tenham melhor qualidade de vida e uma boa adaptação”, explicou a diretora do complexo, Maria Fernanda Balestieri.

Para Thiago Perez, proprietário do Aquário de Bonito que fechou as portas no final de março deste ano, apesar da tristeza e da saudade que ficará dos animais, ele ficará bem em saber que os peixes serão bem cuidados em um novo local. “Eles ficarão bem no Bioparque, isso pra mim é muito importante, saber que eles continuarão recebendo os cuidados necessários e ainda servindo de educação ambiental para milhares de pessoas”.

Rosana Lemes, Comunicação Bioparque Pantanal
Fotos: Gabriela Almeida