Soja: Seguindo petróleo e cobrindo posições, Chicago estende ganhos

Os contratos da soja em grão registram preços mais altos nas negociações da sessão eletrônica na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT). O mercado estende os ganhos do pregão anterior, à medida que os investidores esboçam um movimento de cobertura de posições vendidas.

O avanço do petróleo em Nova York e a queda do dólar frente a outras moedas correntes também dão suporte para as cotações. Além disso, os agentes aguardam o relatório de vendas semanais dos Estados Unidos, que será divulgado hoje, às 9h30, pelo Departamento de Agricultura do país. Analistas esperam vendas entre 100 mil e 800 mil toneladas.

Os contratos com entrega em julho de 2024 estão cotados a US$ 11,59 por bushel, alta de 12,00 centavos de dólar, ou 1,02%, em relação ao fechamento anterior.

Ontem (01), a soja fechou com preços mais altos. Os contratos do grão com entrega em julho fecharam com avanço de 7,25 centavos de dólar, ou 0,62%, a US$ 11,70 1/4 por bushel. A posição agosto teve cotação de US$ 11,71 3/4 por bushel, com ganho de 6,25 centavos ou 0,54%.