Itens da cesta básica apresentam variação de até 159%

Pesquisa do Procon/MS (Secretaria Executiva de Orientação e Defesa do Consumidor), instituição vinculada à Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos), revela que itens da cesta básica podem ter variação de até 159% nos preços praticados nos supermercados de Campo Grande.

Catorze estabelecimentos foram visitados, entre os dias 15 e 24 de abril, estando listados no levantamento 28 produtos. Valores, no entanto, podem ter sido alterados.

Ao considerar o pacote de feijão de um quilo, os consumidores podem se deparar com preços entre R$ 6,95 a R$ 11,90. O arroz tipo 1, com cinco quilos, oscilou de R$ 21,90 a R$ 33,89. Já a farinha de mandioca branca com um quilo foi encontrada de R$ 6,95 a R$ 18,65.

Entre os itens de higiene e limpeza, o levantamento encontrou a maior variação em um único produto e marca. O creme dental chegou a 159,82% de diferença, com valores entre R$ 2,19 e R$ 5,69. Ele é seguido pelo papel higiênico de folha dupla e quatro unidades, com preços entre R$ 3,75 e R$ 11,89. Ainda em uma mesma marca a variação chega a 131,73%.

“Importante destacar que a pesquisa pode guiar os consumidores na hora da compra, mas leva também a refletir sobre os próprios hábitos de consumo em relação a marcas e preços”, avalia o secretário-executivo do Procon/MS, Angelo Motti.

O levantamento completo sobre os itens da cesta básica, higiene e limpeza pode ser consultado no site do Procon/MS.

Kleber Clajus, Comunicação Procon/MS
Foto: Kleber Clajus