Mato Grosso do Sul aumentou 227% nos investimentos públicos em três anos

Mato Grosso do Sul teve um aumento de 227% nos investimentos públicos estaduais nos últimos três anos. De acordo com dados do Tesouro Transparente e nos RREOs (Relatório Resumido da Execução Orçamentária), o investimento no estado passou de R$ 996 milhões em 2020 e chegou a R$ 3,2 bilhões em 2023. Em valores per capita, Mato Grosso do Sul passou de R$ 361,43 para R$ 1.183,86 por pessoa, se tornando destaque nacional.

Por meio destes investimentos, o Governo do Estado está promovendo obras em diferentes setores. Na infraestrutura e logística há destaque para pavimentações como a nova ligação entre Ribas do Rio Pardo e Camapuã, com asfalto das rodovias MS-357 e MS-338. Foram investidos cerca de R$ 300 milhões nas vias, que contribuem para o escoamento da produção de celulose.

Também foi investido em obras de infraestrutura urbana nas 79 cidades do Estado, para asfaltar as vias públicas dos municípios em parceria com as administrações municipais e garantir mais qualidade de vida à população. Reformas de escolas e expansão da educação integral, regionalização da saúde pública, e políticas públicas para segurança, saneamento, esporte, cultura e lazer também entraram no orçamento.

Nos programas sociais há o “Mais Social”, que repassa R$ 450,00 por mês a famílias em vulnerabilidade, e o “Energia Social – Conta de Luz Zero”, em que há isenção em até 220 kWh de consumo.

Divulgação/Portal MS

Mato Grosso do Sul aumentou 227% nos investimentos públicos em três anos

Construção habitacional

Para habitação, existe o programa “Bônus Moradia”, que fornece subsídios de até R$ 25 mil para pagamento da entrada do imóvel, e o projeto “Lote Urbanizado”, que cede o terreno e entrega a base da casa para o futuro morador construir. Além disso, Mato Grosso do Sul foi o primeiro estado contemplado no retorno do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Daiene Ribeiro, moradora de Brasilândia, foi beneficiada com o programa “Lote Urbanizado”. “Essa ação do Governo do Estado me ajudou muito, pois se trata da realização de um sonho, que é ter a minha casa própria. Vim de Cornélio Procópio no Paraná e já moro há 19 anos no Estado. Estava pagando aluguel e agora a minha vida vai mudar. A minha casa já está na fase final da construção”, contou.

O aumento dos investimentos no estado foi possível devido à realização de reformas administrativas e previdenciárias, mudanças tributárias, contenção de gastos e fomento ao bom ambiente de negócios. Esse último foi responsável por diversificar as cadeias produtivas e atrair R$ 76 bilhões de investimentos privados nos últimos 10 anos, sendo R$ 17 bilhões apenas em 2023.

O governador Eduardo Riedel explicou que Mato Grosso do Sul tem se destacado muito em relação ao cenário nacional. “Isto permite ao Estado gerar competitividade para os negócios, garantir infraestrutura de qualidade, em obras em rodovias, casas, escolas, hospitais, delegacias, habitação, dando o suporte necessário para o crescimento do Estado. Estamos investindo de 15% a 17% da nossa receita corrente líquida, bem acima da média nacional que fica em 2% a 3%”, pontuou.