Mato Grosso do Sul registra terceiro maior crescimento econômico do país

O Estado de Mato Grosso do Sul registrou o terceiro maior índice de crescimento econômico do país, superado apenas pelo Mato Grosso e Tocantins, segundo dados da Resenha Regional do Banco do Brasil 2024, que mostram o desenvolvimento dos estados da federação.

O levantamento aponta que o crescimento econômico do Estado em 2023 foi de 6,6%, superando Alagoas, com 6,5% e Paraná, quinto colocado, com 5,9%. Mato Grosso e Tocantins lideram, passando a marca de 10%. No ano passado, a taxa de crescimento nacional ficou em 2,9%.

Deurico/Capital News

Eduardo Riedel anuncia cinco secretários para sua futura administração

Jaime Verruck, Semagro

“Mato Grosso do Sul vive hoje o melhor momento econômico de sua história”. A afirmação foi feita pelo secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc) Jaime Verruck, em sua apresentação no 1º Fórum do Trabalho de Mato Grosso do Sul, realizado nesta quarta-feira (20) em Campo Grande.

Os dados apresentados pelo titular da Semadesc no evento validam a análise da Resenha Regional do Banco do Brasil 2024, que aponta um crescimento 6,6% do PIB sul-mato-grossense no ano de 2023.

O resultado, segundo ele, é fruto do ambiente favorável de negócios do Estado, focado no agronegócio mas com olhos voltados para a indústria da sustentabilidade, em busca de um Estado mais Próspero, Inclusivo, Verde e Digital.

“Temos políticas efetivas que garantiram a atração de investimentos ao Estado que chegam a quase R$ 19 bilhões no último ano e principalmente vivemos um momento de transformação na indústria do Estado”, destacou o secretário.

Entre as indústrias que ajudam neste alto índice de crescimento, estão a Suzano que, na unidade de Ribas do Rio Pardo, investe mais de R$ 19 bilhões e gera milhares de empregos diretos e indiretos. Em Sidrolândia, a Inpasa deve iniciar produção nas próximas semanas na unidade que recebe mais de R$ 2 bilhões em investimento.

O resiliente mercado de trabalho sul-mato-grossense, além de manter uma taxa de 4% de desemprego, abaixo da média nacional, registrou em janeiro, a abertura de quase 5 mil novas vagas de trabalho.

Divulgação/Assessoria

Suzano abre processo seletivo para vendedor interno e analista de manutenção sênior

Unidade da Suzano, em Ribas do Rio Pardo