Whoopi Goldberg defende indicações ao Oscar e despreza alvoroço de fãs de Barbie: ‘Direito a nada’

A não indicação de Margot Robbie e Greta Gerwig ao  continua gerando muitos burburinhos no mundinho ‘hollywoodiano’. É que nesta quarta-feira (24), durante entrevista ao programa ‘The View’, a atriz Whoopi Goldberg opinou sobre toda a repercussão negativa dos fãs de Barbie pela não indicação da atriz e diretora, e pontuou que “nem todo mundo ganha” e que, “quando se trata do principal prêmio da indústria cinematográfica, nem todos podem ser indicados”.

É lógico que as falas da atriz iam ecoar negativamente entre o público que adorou o  e criou muita expectativa de que o trabalho de Margot e Greta seriam reconhecidos pela academia. Mas, mesmo com tanta comoção, Whoopi confrontou a opinião pública dizendo, categoricamente, que as duas não teriam “direito a nada”.

“Você não consegue tudo o que deseja. Não há desprezos. É isso que você deve ter em mente: nem todo mundo ganha um prêmio, e isso é subjetivo. Os filmes são subjetivos”, pontuou.

Ela ainda explicou que não é porque Barbie foi um dos filmes favoritos do público e gerou muito  com seu lançamento, que necessariamente deveria ser uma escolha para o Oscar. “Os filmes que você ama podem não ser amados pelas pessoas que votam”, disse Whoopi, que é membro da academia.

Whoopi Goldberg foi indicada ao Oscar como melhor atriz pelo clássico ‘A Cor Púrpura’, de 1985 e depois conquistou o prêmio como Melhor Atriz Coadjuvante em ‘Ghost: Do Ouro Lado da Vida’, em 1991.