Procon divulga pesquisa de preços com itens de listas de material escolar

A Prefeitura de Dourados, por meio do setor de fiscalização/pesquisa do Procon, realizou em nove estabelecimentos comerciais da cidade, a pesquisa de material escolar.

Entre os dias 8 e 15 de janeiro, foram pesquisados 70 itens e algumas das maiores diferenças de preço encontradas foram para o papel pardo (550%), o apontador de lápis simples sem depósito (380%), caderno caligrafia brochura 48 fls (275%), papel dobradura (233,33%), papel presente (223,53%), lápis preto (216,67%), glitter 30g (200%), e o esquadro (196,97%).

Em 37 produtos foi encontrada uma diferença superior a 100% entre o estabelecimento com menor preço e o de maior preço.

De acordo com o Procon, a pesquisa tem como objetivo fornecer ao consumidor uma amostra das diferenças de preços no mercado de material escolar, chamando a atenção para a necessidade da comparação antes da compra.

“É fundamental racionalizar a compra de material escolar, buscando aproveitar materiais utilizados no ano anterior, que estejam em boas condições de uso. Outra dica importante é promover e participar da troca de livros didáticos entre alunos que cursam séries diferentes”, orienta o presidente do Procon, Antônio Marcos Marques.

Na busca pelo menor preço é importante que o consumidor não se esqueça de atentar pela qualidade e procedências dos produtos, evitando ter de efetuar novamente compras de materiais que deveriam durar ao menos até o final do ano letivo.