Mato Grosso do Sul deve produzir 11,4 milhões de toneladas de milho na segunda safra

A produção de  na segunda safra deve chegar a 11,485 milhões de toneladas em Mato Grosso do Sul. O montante representa redução de 14% em relação à safra passada. Os dados são da Aprosoja/MS (Associação dos produtores de  de MS).

O presidente da Aprosoja/MS, Jorge Michelc explica que “com um possível atraso na finalização do ciclo da soja, poderá ocorrer uma redução na janela de plantio do milho. Apesar disso, a orientação técnica é de que o produtor evite plantios tardios, com o intuito de mitigar perdas de produtividade por fatores relacionados ao clima e à incidência de insetos-praga, como a cigarrinha”.

Período ideal para o plantio vai até março

De acordo com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC), do  e Pecuária (MAPA), o período de plantio do cereal se estende até o dia 31 de março. Em Mato Grosso do Sul, com base no histórico de condições ambientais, o departamento técnico da Aprosoja/MS salienta que a melhor janela para o plantio se concentra entre os dias 13 de janeiro e 10 de março, período de implantação de aproximadamente 70% das áreas.

Com avanço de 1,8 ponto percentual em comparação ao mesmo período do ano anterior, o plantio do milho iniciado em 12 de janeiro, atingiu cerca de 40 mil hectares, equivalente a 2% da área total estimada. A região centro está com o plantio mais avançado, com média de 2,3%, enquanto o sul e o norte estão com média de 1,7% cada.