Rota Bioceânica: Investimento bilionário e possibilidade de novos mercados

No início de fevereiro, o governador Eduardo Riedel conseguiu, em Brasília, um repasse federal de quase R$ 1 bilhão para manutenção de estradas e, especialmente, para a realização da Rota Bioceânica. A reunião com o ministro dos Transportes, Renan Filho, marcou o comprometimento do governo federal em investir na infraestrutura logística das BRs 262, 267 e 163, bem como no acesso à Rota Bioceânica. Do montante, R$ 425 milhões foram destinados nos primeiros 100 dias do Governo Federal, sinalizando um grande avanço no projeto.

Guilherme Pimentel/Portal MS

Riedel encontra com Alckmin para debater projetos para MS

Encontrou ocorreu na manhã desta sexta-feira (10)

Já em encontro com o vice-presidente Geraldo Alckmin, Riedel discutiu projetos para Mato Grosso do Sul, destacando o crescimento industrial e os investimentos privados no estado. A busca por infraestrutura para suportar esse avanço foi ressaltada, com ênfase nos projetos relacionados à Rota Bioceânica.

Reconhecimento

Divulgação/ Portal MS

Rota Bioceânica é reconhecida no quatro governos

A próxima reunião será realizada em novembro

No mês de abril, em um documento divulgado pela província argentina, os governos do Brasil, Paraguai, Argentina e Chile reconheceram a Rota Bioceânica como uma realidade, passando da fase de projeto para execução. A reunião destacou os investimentos realizados e a importância de solucionar questões regulatórias para efetivar a integração dos territórios. O avanço das obras da ponte entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta foi mencionado como um exemplo tangível desse progresso.

Campo Grande vira hub logístico

Divulgação/PMCG

Rota Bioceânica: Adriane Lopes visita presidente paraguaio em busca de parcerias

Visita ao país vizinho objetivou parcerias para a Rota Bioceânica

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, reforçou o papel estratégico da cidade na Rota Bioceânica em encontro com o presidente paraguaio Santiago Peña. A localização central da capital sul-mato-grossense foi enfatizada no encontro, tornando-a ideal para a instalação de escritórios de negócios e centros logísticos. O comprometimento do Paraguai em estabelecer parcerias e impulsionar a hidrovia como projeto de integração foi ressaltado, prometendo um novo eixo de desenvolvimento para Campo Grande.

Comitiva

Em novembro, uma comitiva liderada pela Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio de Campo Grande, participou da III Expedição da Rota de Integração Latina-Americana (RILA) rumo ao Chile. O objetivo foi atestar a viabilidade econômica da Rota Bioceânica, destacando o processo aduaneiro, alfandegário e de desembaraço para produtos exportados. O secretário da Sidagro, Adelaido Vila, enfatizou a importância da RILA como um meio de integração que fortalece a América Latina em vários aspectos.

Divulgação/Governo MS

Ponte Rota Bioceânica

Ponte em Porto Murtinho é uma das obras mais importantes da Rota Bioceânica

Quem também apareceu para conhecer as obras da Ponte Bioceânica no Rio Paraguai foi a ministra Simone Tebet, que acompanhada do ministro Waldez Góes, realizou uma visita técnica em Porto Murtinho. Com quase metade concluída, a ponte é fundamental para a existência da Rota. Tebet ressaltou a importância da obra para acelerar a exportação brasileira. A visita incluiu uma solenidade organizada pela prefeitura, destacando o papel da ponte como ponto crucial na integração regional.

E fechando o ano da Rota Bioceânica, ministros assinam uma ordem de serviço de R$ 472 Milhões para acesso à ponte. O secretário de obras, Hélio Peluffo, destacou os esforços para conquistar o investimento de quase meio bilhão. A obra, parte do Novo PAC, abrange 13,1 km e inclui um centro aduaneiro de controle de fronteira, representando um passo importante para a consolidação da Rota Bioceânica.

Deurico/Capital News

Governador agradece investimentos feitos em 2023 para o acesso à ponte da Rota Bioceânica

Governador agradece investimentos feitos em 2023 para o acesso à ponte da Rota Bioceânica