Polícia Civil prende em flagrante dois autores pelo crime de extorsão, na modalidade falso sequestro em Corumbá

Na última sexta-feira (29) chegou ao conhecimento da Polícia Civil, por intermédio da 1ª Delegacia de polícia da cidade de corumbá que duas menores, uma de 14 e outra de 12 anos, haviam sido sequestradas. Segundo informações repassadas pelos familiares, as meninas haviam saído de casa, por volta das 20h00min, em posse do celular da avó de uma delas, para ir até o mercado.

As 23h00min, o tio de uma das meninas começou a receber mensagens dizendo que as meninas teriam sido sequestradas e que estariam sendo torturadas. Os autores enviaram áudios e vídeo para os familiares ondem as menores apareciam em cárcere privado, e como se estivessem sendo agredidas.

O que chamou atenção dos policiais foi que os autores informaram que teriam sequestrados as meninas pois uma delas seria filha de uma pessoa com quem os sequestradores tinham desavenças. E que iriam matá-las para se vingarem.

A equipe de investigação, em posse do celular desse tio, com quem os supostos sequestradores mantinham contato, passou-se pelos familiares e combinaram o lugar para levar o dinheiro e resgatar as menores. Os autores pediram, para que o dinheiro fosse deixado, às 03h00min, no pneu de um carro abandonado, que estaria próximo à praça do bairro Nova Corumbá, e que liberariam as meninas próximo a UPA Guatós.

Equipes da Polícia Civil se deslocaram até os locais informados, mas não obtiveram êxito em localizar suspeitos e nem as supostas vítimas. Durante as diligências os autores a todo momento mudavam o local do pagamento e onde liberariam as duas menores.

Até que as meninas foram encontradas, por volta das 04h00min da madrugada, em frente à escola Cassio Leite de Barros. A equipe policial desconfiou da tranquilidade das menores e da história contada por elas, que apresentavam diversas contradições.

Posteriormente as duas confessaram que saíram para se encontrar com os respectivos namorados, ambos de 18 anos, para terem relações amorosas, e que, em conjunto, decidiram simular um falso sequestro para extorquir os familiares das menores. Por volta das 06h00min da manhã, um dos menores foi identificado e encontrado na casa da mãe, no bairro Guatós.

Este primeiro confessou o crime e deu a localização do segundo autor, que morava no mesmo bairro. Ambos foram presos em flagrante pelo crime de extorsão e corrupção de menores.

E serão investigados pelo crime de estupro de vulnerável.