Dólar abriu estável e de olho nas falas de Powell, Haddad e Campos Neto

O dólar tinha pouca variação frente ao real na abertura desta sexta-feira (1º), em meio a expectativas por falas do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e do presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, além do chair do Fed (Federal Reserve).

No exterior, o foco recai sobre o presidente do Fed, Jerome Powell, que participará de evento após dados mais fracos do que o esperado sobre a inflação nos Estados Unidos terem impulsionado as apostas de cortes de juros.

Por volta das 9h, o dólar à vista recuava 0,02%, a R$ 4,9145 na venda. Na B3, o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 0,33%, a R$ 4,9275.

Na véspera, o dólar à vista fechou o dia cotado a R$ 4,9154 na venda