Final de semana marcado por violência doméstica nos municípios de Aquidauana e Anastácio

No último final de semana do mês de maio, cinco indivíduos foram presos por violência doméstica entre sábado e domingo.

Todos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil. Quatro por terem violentado fisicamente suas respectivas companheiras, e um por ter agredido sua irmã.

A ingestão de bebida alcóolica e o ciúme foram os principais motivadores para que esses homens viessem a agredir as mulheres.

Uma das mulheres relata estar em sua residência, quando um rapaz de moto parou pedindo uma informação, e seu marido que estava fazendo o uso de bebida alcóolica, por ciúme, começou a ofendê-la utilizando palavras de baixo calão e em seguida iniciou as agressões físicas com socos e empurrões. Com a chegada da polícia o homem, disse que sua esposa é usuária de droga e que nada daquilo tinha ocorrido.

Outra ocorrência foi registrada entre uma jovem de 22 anos, que há três anos convive com seu amasio de 34 anos, ela relatou a equipe policial militar que ao chegar em casa, teu companheiro estava bebendo e que sairia para comprar mais cerveja, momento em que a jovem temendo ele ficar mais embriagado e agressivo, tentou impedi-lo de sair da residência, mas não obteve êxito, seguindo até ao bar, onde ela falou para ele ir embora e parar de beber.

Foi quando teve início a uma discussão; o homem falando que não seria mandado por um mulher. Ambos foram embora e ao chegar na residência do casal, o rapaz deu um chute no abdômen da mulher, fazendo com que a mesma se desequilibrasse, neste momento o homem a pegou pelo pescoço e a jogou ao solo e apertou sua cabeça contra o chão, e a todo o tempo, relata a vítima, que estava sendo xingada. Quando a viatura chegou ao local, os ânimos já tinham se acalmado e o rapaz estava sentado no fundo da residência.

A violência doméstica entre irmãos foi a mais violenta do final de semana, no meio de uma discussão fútil o irmão(21) começou a agredir a irmã(16) com socos e puxões de cabelo e logo depois se armou com um machado e novamente foi em direção da vítima tentando acertá-la, a menor conseguiu segurar o braço do jovem, fazendo com que o machado caísse no chão. O autor foi detido por vizinhos até a chegada da Polícia Militar.

Na tentativa de ver o filho, ex-marido quebra medida protetiva, invade casa da ex-esposa e começa a ameaça-la, às 2 horas da madrugada. Ela solicita o apoio da polícia pelo 190, e ao chegar na referida residência para conduzir o homem, os policias presenciaram mais ameaças, do tipo: “quando eu sair eu vou dar um tapa na sua cara, na frente da delegada ou na frente de quem for.”

Para finalizar o final de semana, com inúmeras ocorrências, mais uma nos chama atenção. A polícia militar foi acionada para atender uma violência doméstica, em festa de aniversário. A vítima era uma gestante de 9 meses, relatou que em certo momento da festa, seu companheiro, por motivos de ciúmes passou a ofendê-la com palavras de baixo calão e na sequência tentou agredi-la, porém foi contido pelos familiares da vítima. Na confusão o autor danificou uma motocicleta e se evadiu do local. Quando a polícia foi até a delegacia com a vítima para registar o boletim de ocorrência o autor retornou ao local, foi quando outra equipe retornou ao local da festa, identificando o autor que foi conduzido por estar ameaçando outras pessoas da festa e estar em posse de uma viga de madeira.

Diante dos fatos, os cinco autores foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis.

Assessoria de Comunicação Social do 7º Batalhão do Polícia Militar.

Publicado por: umatos@sejusp.ms