Polícia Militar Ambiental captura animal silvestre atropelado na BR-262 e orienta como agir nestas situações

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Miranda foi acionada para realizar a captura de um animal silvestre atropelado na BR 262, próximo ao Povoado Salobra. Ao chegar ao local, a guarnição constatou que se tratava de um cachorro do mato que estava deitado no asfalto, apresentando dificuldade para respirar e um corte na pata direita posterior. O animal foi capturado e levado para receber atendimento médico veterinário.

É importante ressaltar que em casos como este de atropelamento, muitos animais vêm a óbito, devido aos ferimentos e a falta de socorro. No entanto, a população pode ajudar a salvar esses animais, desde que tome as precauções necessárias para garantir sua segurança. Se a situação não oferecer riscos, as pessoas podem resgatá-los e encaminhá-los a uma unidade da polícia militar ambiental.

Por outro lado, se a ocasião for perigosa e apresentar riscos, é importante acionar a PMA para fazer o resgate. As equipes especializadas estão equipadas para lidar com situações de risco e têm treinamento para garantir a segurança dos animais e dos envolvidos no resgate.

Um exemplo disso aconteceu na BR-262, próximo ao Assentamento Estrela, na última sexta-feira (12). Na ocasião, uma Jaguatirica foi atropelada por um condutor que se evadiu, não prestando socorro nem acionando PMA. Posteriormente, outro motorista viu o animal e acionou a Polícia Militar Ambiental que compareceu ao local para realizar a captura. O animal foi levada para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres para os devidos cuidados veterinários, porém não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

O papel da polícia ambiental é fundamental para proteger a fauna e flora do país, e a colaboração da população é importante para ajudar a garantir que animais silvestres atropelados recebam a ajuda necessária. É importante lembrar que a preservação do meio ambiente é responsabilidade de todos e o resgate desses animais é um passo importante nessa direção.

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz