Expoagro terá debates sobre sistema orgânico, crédito rural e políticas públicas para agricultura familiar

Pequenos produtores rurais terão uma extensa agenda durante a 57º Expoagro, de 12 a 21 de maio no parque de Exposições de Dourados. No primeiro dia da maior feira agropecuária de Mato Grosso do Sul, por exemplo, haverá o III Seminário da Agricultura Familiar.

Promovido pela Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) e Sindicato Rural de Dourados, o seminário terá participação do coordenador regional da Agraer Dourados, Flávio de Oliveira Ferreira, na abertura, seguido de palestra com o engenheiro agrônomo André Luiz Moreira, sobre Projeto Goiaba Orgânica.

Dourados tem case de sucesso de agricultor familiar que cultiva orgânicos, em especial a goiaba, trabalho de André Luiz. O projeto conta com adubação da planta com fosfato natural e composto orgânico. Já o controle de pragas é realizado com as caldas naturais a base de enxofre e cobre e produtos biológicos a base de fungos ou outros organismos, como a Beauveria bassiana, com excelentes resultados na redução da proliferação.

Outras técnicas também são utilizadas, como plantação, no entorno das goiabeiras, de uma barreira com capim BRS capiaçu. Sua altura impede que insetos com voo baixo prejudiquem o desenvolvimento dos vegetais, assim como resíduos de agrotóxicos de propriedades vizinhas trazidos pelo vento.

Outra temática no seminário será o “Controle biológico de pragas”, com o biólogo doutor em Entomologia e Conservação da Biodiversidade Isaias de Oliveira. Em parceria com a UFGD, UFMS e UEMS ele conduz um estudo que avalia a eficiência de bioinseticidas no controle das pragas-chave das goiabeiras: triozídeos, moscas-das-frutas e o gorgulho.

Outro tema no evento será “Políticas públicas para agricultura familiar”, com Humberto de Mello, Secretário Executivo da Agricultura Familiar. Engenheiro agrônomo, ele tem experiência na área de agricultura familiar, tendo atuado como extensionista rural e consultor em projetos voltados para o desenvolvimento agrícola, com promoção de inclusão social e econômica dos agricultores familiares e comunidades tradicionais, além de fomentar a produção agrícola sustentável no estado. Haverá também debate sobre “Potencialidade do sistema orgânico na produção de soja”, com Maicon Reginatto, Coordenador de campo – Gebana.

Na oportunidade, técnicos da Caixa Econômica Federal vão falar sobre Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), que destina-se a estimular a geração de renda e melhorar o uso da mão de obra familiar por meio do financiamento de atividades e serviços rurais agropecuários desenvolvidos em estabelecimento rural ou em áreas comunitárias próximas.

A agricultura familiar é a principal responsável pela produção dos alimentos que são disponibilizados para o consumo da população brasileira. É constituída de pequenos produtores rurais, povos e comunidades tradicionais, assentados da reforma agrária, silvicultores, aquicultores, extrativistas e pescadores. O setor se destaca pela produção de milho, raiz de mandioca, pecuária leiteira, gado de corte, ovinos, caprinos, olerícolas, feijão, cana, arroz, suínos, aves, café, trigo, mamona, fruticulturas e hortaliças.

Expoagro

Durante os dez dias de feira o visitante poderá participar de palestras, exposições, simpósios, leilões, conhecer as tendências e novas tecnologias do setor, além de degustar comidas típicas e aproveitar as atrações musicais.

A Expoagro é realizada pelo Sindicato Rural de Dourados e Opa Marketing Digital, conta com patrocínio da Brahma e apoio do Governo de Mato Grosso do Sul e Prefeitura Municipal de Dourados.