MS fecha 2022 com US$ 8,2 bilhões em exportações

Mato Grosso do Sul fechou o ano de 2022 com valor recorde de US$ 8,2 bilhões de dólares em exportações.

Em relação ao ano de 2021, o valor das exportações sul-mato-grossenses aumentou 18,79% e o das importações cresceram 27,8%.

Já em termos de destino das exportações houve uma concentração nas vendas externas para a China, representando cerca de 35,64% do valor total das exportações, seguida dos Estados Unidos, que representou 6,86% do comércio exterior sul-mato-grossense em 2022.

Deurico/Capital News

Eduardo Riedel anuncia cinco secretários para sua futura administração

Jaime Verruck, Semagro

Segundo o secretário da Semadesc, Jaime Verrucck o valor exportado é o maior da série histórica do Estado. Para ele sinônimo de competitividade.

O principal município exportador no acumulado de 2022 foi Três Lagoas, responsável por 32,36% das exportações do estado, sobretudo na indústria de Papel e Celulose. Outras cidades de destaque foram Dourados com 12,02%, Campo Grande com 9,09%, Corumbá com 5,11% e Antônio João com 4,6%.

Em relação às importações, a balança comercial fechou em US$ 4,882 bilhões em 2022, uma alta de 13,35% na comparação com os US$ 4,307 bilhões no acumulado de janeiro a dezembro de 2021. Os produtos mais importados foram petróleo, gás natural e serviços de apoio  responsável por 43,45% da importações, uma conta paga de mais de US$ 1.437 milhões,  por mais de 4.624 milhões toneladas.

Em segundo lugar com 22,66% das importações, os produtos químicos inorgânicos custaram ao estado sul-mato-grossense US$ 749,552 mil com 1.188 milhão de toneladas. Outras mercadorias de destaque foram os produtos da metalurgia de metais não ferrosos com US$ 199,584 mil com 23 mil toneladas, representando 6% das importações e por fim, os adubos e fertilizantes com 4,55% custeado por US$ 150 mil na quantia de 218 mil toneladas.