Operação Piracema aplica R$ 31,7 mil em multas e apreende 111 quilos de pescado

Durante a Operação Piracema, deflagrada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) nos rios de Mato Grosso do Sul, foram aplicados R$ 31,7 mil em multas e apreendeu 111 quilos de pescado. O período de defeso para proteção das espécies de peixes completou dois meses na quinta-feira (5).

Nesta operação (2022-2023), tanto no primeiro mês, como no segundo, os números foram superiores à ação passada (2021-2022).

Segundo o balanço divulgado pela Polícia Militar Ambiental, dez pessoas foram autuadas e presas, somando um total de 21 até o momento. Na operação passada nove infratores foram autuados, sendo três no primeiro mês e seis no segundo.

Apreensões

Neste segundo mês da Operação Piracema, os policiais já apreenderam 64,1 quilos de pescado, no primeiro mês foram 47 quilos. Nos dois meses desta operação (2022-2023) juntos a quantidade de pescado apreendida foi de 111,1 quilos e na operação anterior foram 35,5 quilos no mesmo período.

A média de pescado por pescador preso foi de 3,2 quilos em dois meses de operação, enquanto que na ação passada foi de foi de 5,2 quilos.

Multas aplicadas

Foram aplicadas multas de R$ 10.940,00 neste segundo mês e R$ 20.830,00 no primeiro, totalizando R$ 31.770,00, contra R$ 20.500,00 no mesmo período na piracema passada.

Os números superiores à operação (2021-2022), se deve à atuação constante da Polícia Militar Ambiental, no combate a esse tipo de infração.