Assassino volta a espalhar medo com novos crimes em Aquidauana

Foi registrado ontem (03) um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana de furto qualificado.

O suspeito de vários furtos que vinha ocorrendo neste final de ano em Aquidauana, é o assassino da advogada Clarinda Yamaura Tamashiro ocorrido dia 28 de março de 2018, que abalou a cidade Princesa do Sul pela crueldade, na época, ele era de menor 16 anos.

Consta no boletim de ocorrência que uma equipe de investigadores da Policia Civil tomou conhecimento através da rede social (facebook) de uma tentativa de furto corrido na madrugada do dia (03), sendo que na publicação havia imagens das câmeras de segurança mostrando o rosto do autor.

Ao olhar as referidas imagens, a equipe policial, constatou que o indivíduo das imagens era o mesmo que tinha praticado latrocínio em 2018 em Aquidauana e estava solto praticando crimes.

Diante dos fatos, empreenderam diligências para localizar o indivíduo e também tentavam contato com a vítima para obter maiores informações.

Durante as diligências, receberam informação de um transeunte que não quis informar o nome, mais disse que o suspeito estava andando pela região das proximidades rodoviária, e que, ele era o autor também do roubo do bar praça que ocorreu dia 31/12/2022 (BO n. 2023/2022).

Por volta das 15h00, foi encontrado o acusado, sendo que quando mostrado as imagens da tentativa de furto, o mesmo confessou a sua prática, dizendo que avistou aparelhos celulares na vitrine da loja e tentou quebrar a vitrine com uma pedra, como não quebrou, saiu do local, sendo que sua intenção era trocar o celular por drogas.

Sobre o roubo que aconteceu no dia 31/12/2022, o mesmo confessou a sua pratica, explicando que com uma faca, ameaçou o atendente e levou a quantia de aproximadamente R$ 600,00 e maços de cigarro.

Após, perguntado sobre a faca que utilizou no roubo, o mesmo disse que estava na casa. A polícia foi para o local e com o auxílio do autor localizou a faca.

Diante dos fatos, foi dado voz de prisão ao autor e encaminhado para Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana.