Policia Civil deflagrou a operação “Delivery” em Anastacio

Na madrugada de hoje a Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Anastácio, deflagrou a operação “Delivery” para coibir o tráfico de drogas na modalidade disk entrega.

A operação contou com a presença de policiais das delegacias de Anastácio, 1º DP de Aquidauana, DAM de Aquidauana, Delegacia de Dois Irmãos do Buriti, Delegacia de Miranda, Delegacia de Bodoquena, Delegacia de Ladário, Delegacia Nioaque e o 1º DP de Jardim, sendo um total de 60 policiais.

Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em diversos bairros do município de Anastácio.

A operação resultou em três prisões em flagrantes com oito presos, 3 homens  de 19, 19 e 23 anos e 3 mulheres de 19, 30 e 42 anos.

Durante o cumprimento do mandado de busca expedido nos autos de nº 0000814-11.2021.8.12.0052, os policias civis entraram na residência localizada na rua aguaí, 347, Vila Assuí, Anastácio. A casa pertence à família composta pela mulher de 42 anos e dois filhos, sendo um de 19 e outro de 23 anos). Na residência também estava a companheira de um dos filhos, uma mulher de 19 anos.

Durante a busca o investigador do SIG de Anastácio localizou embaixo da cama do homem de 23 anos uma porção de 13 gramas de Haxixe, bem como parte do dinheiro encontrado.

No momento da entrada a equipe percebeu que um dos autores lançou através da janela um objeto, o qual foi encontrado pelo investigador do SIG de Ladário. No interior da lata continha duas pedras de Pasta Base de Cocaína que pesadas totalizaram 75 gramas da droga.

As investigações apontavam a associação criminosa formada pela família, como vendedores de drogas no local, o que foi comprovado com a apreensão de Haxixe e Pasta Base de Cocaína no interior da residência.

No decorrer do flagrante a equipe do Setor de Investigações Gerais – (S.I.G.) de Anastácio, recebeu a informação de que a autora a mulher de 30 anos, “guarda roupa” do homem de 23 anos e da mulher de 42 anos encontrava-se em frente a sua residência. Autorizada a entrada na residência, no interior foi apreendida uma mochila vermelha contendo 16 paradinhas de Pasta Base de Cocaína (8 gramas), 10 porções de maconha (40 gramas), bem como dois pedaços da mesma droga a ser preparada para comércio, totalizando 320 gramas. Entrevistada a mulher confessou que a droga guardada em sua casa seria de propriedade da família de traficantes.

A mulher do segundo homem de 19 anos, conhecido por ¨PASSARINHO¨ afirmou que ele conhece os irmãos, e eles vendem drogas, utilizando a casa dela e do PASSARINHO para guardar e preparar os entorpecentes. Conforme declaração da menina, os irmãos pagam a quantia de R$50,00 a R$100,00 por mês para PASSARINHO em troca da utilização da casa, guardando os entorpecentes e preparando para venda.

Todos os envolvidos foram presos em flagrante por tráfico de drogas. No interrogatório, os autores optaram por permanecer em silêncio

Durante o cumprimento do mandado de busca expedido nos autos de nº 0000814-11.2021.8.12.0052, os policias civis do SIG de Miranda e Bodoquena entraram na residência localizada na rua Nelson Barbosa Rios, 1470.

Durante a busca foi localizado no interior da residência uma arma de fogo, marca RUGUER, calibre .380, com um carregador e 12 munições intactas.

O autor confessou o crime de tráfico de drogas.

Durante o cumprimento do mandado de busca expedido nos autos de nº 0000814-11.2021.8.12.0052, os policias civis do SIG do 1° DP de Jardim entraram na residência localizada Dom Aquino, 849, Centro Anastácio.

Durante a busca foram localizados no interior da residência mais de R$ 300,00 (trezentos reais) em notas diversas, balança de precisão, uma munição de calibre .22, 162g de maconha, 15g de maconha do tipo Skank e 08g de cocaína.

A autora confessou o crime de tráfico de drogas.

As investigações continuam através do Inquérito Policial e a polícia civil está à disposição da sociedade para servir e proteger. Qualquer denúncia poderá ser realizada pelo telefone 3245-2207 ou por WhatsApp no n. 67-993267827.